fbpx

Não é preciso comer carboidrato para repor o glicogênio

Desde o início dos anos 80 já sabemos que uma abordagem cetogênica não compromete a performance de atletas após um período mínimo de 3 a 4 semanas.

E, desde os anos 60, sabe-se da importância dos estoques de glicogênio para o desempenho atlético. No entanto, com base em estudo dos anos 60, as recomendações tradicionais são para atletas consumirem altas quantidades de carboidrato para evitar o esgotamento do glicogênio muscular e/ou manter os altos estoques de glicogênio nos músculos.

O mais interessante é que há vários anos já sabemos que, mesmo com o carboidrato praticamente ausente da dieta, nosso corpo produz naturalmente toda a glicose que o corpo precisa.

Porém, o que a ciência sabe sobre os estoques de glicogênio em atletas ceto-adaptados?

No vídeo eu explico. 😉

Se você tiver alguma dúvida, deixa aqui nos comentários.

Até a próxima.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Episódio #96

Ouça agora

Siga-nos nas redes sociais. ;)

Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Youtube

112 5.4K 132.2K
Atletas LowCarb
Low Carb para quem busca evolução no esporte
313 views
64    0