fbpx

Cetogênica e treinamento de alta intensidade

Em relação a atividades de endurance, como vimos, já foram feitos testes com atletas de elite e foi mostrado como não só a restrição de carboidratos não afeta a performance com otimiza a oxidação da gordura corporal e utiliza o glicogênio da mesma forma que atletas “high carb”.
E sobre atividades de alta intensidade? Sim, também já foi testado!
Dezoito homens moderadamente treinados foram divididos em dois grupos para um estudo. Um grupo consumiu uma dieta mista ocidental padrão com alto teor de carboidrato e baixa em gordura e o outro restringiu o consumo de carboidratos para menos de 50 gramas por dia e aumentou o consumo de gordura.
Este estudo teve duração de 4 semanas e teve como objetivo analisar o desempenho e respostas fisiológicas durante o treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT). Nele, ficou claro que não houve diferença significativa no desempenho em nenhum dos grupos.
O mais curioso é que o grupo VLCHF (pouquíssimo carboidrato) além de consumir (bem) menos carboidrato, ingeriu menos calorias como mostra a tabela (deslize pro lado).
Por mais magra que seja uma pessoa, a quantidade de energia armazenada em forma de gordura é MUITO superior aos estoques de glicogênio. O que inibe a oxidação da gordura corporal é o consumo de carboidratos. O gráfico mostra muito bem como não precisamos nos entupir de carboidrato para ter energia, mesmo (nós) atletas.
Fonte:
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Programa Atletas LowCarb

Podcast #113

Siga-nos nas redes sociais. ;)

Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Youtube

130 7.2K 196.5K
Atletas LowCarb
Estratégias que funcionam
295 views
72    0